Flávio Bolsonaro recebeu depósitos sucessivos em dinheiro e com mesmo valor entre 2015 e 2018 Depósitos no banco da Alerj na conta pessoal de Flávio Bolsonaro

Loja de chocolates de Flávio Bolsonaro recebeu depósitos sucessivos em dinheiro e com mesmo valor entre 2015 e 2018

JN teve acesso a extratos bancários da quebra de sigilo; dados bancários revelam depósitos sucessivos, em espécie e com valores repetidos. Defesa nega irregularidade.

Por Arthur Guimarães, Felipe Grandin e Paulo Renato Soares, Jornal Nacional e G1 Rio

20/08/2020 21h31  Atualizado há 16 horas


Extratos revelam depósitos em dinheiro vivo em conta de franquia de Flávio Bolsonaronull

O Jornal Nacional teve acesso aos extratos bancários da quebra de sigilo da loja de chocolates do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), localizada em um shopping na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

O documento revela que, entre março de 2015 e dezembro de 2018, o estabelecimento do parlamentar recebeu 1.512 depósitos em dinheiro. Entre essas operações, várias foram feitas de forma fracionada e sucessiva, com valores repetidos.

A defesa de Flávio Bolsonaro nega qualquer irregularidade nas contas do senador (veja a nota completa da assessoria do parlamentar abaixo).

Ao fazer o cruzamento dos dados se percebeu que, neste período, foram feitos por exemplo 63 depósitos de R$ 1,5 mil em dinheiro; outros 63 de R$ 2 mil; e mais 74 depósitos no valor de R$ 3 mil.

A tabela mostra que, desses de R$ 3 mil, 12 depósitos foram feitos na boca do caixa e 62 no terminal de autoatendimento.

Flávio Bolsonaro — Foto: Jornal Nacional

Nesse tipo de depósito é usado um envelope. O banco onde a loja tem conta só aceita 50 notas por envelope e o total máximo em cada um de R$ 3 mil.

A quebra do sigilo, autorizada pela Justiça, revela que em muitos dias a loja teve que repetir a operação várias vezes. Em 12 datas diferentes, foram vários depósitos de R$ 3 mil no mesmo dia.

De acordo com o documento da investigação, em 28 de novembro de 2016, por exemplo, foram sete depósitos fracionados de R$ 3 mil, totalizando R$ 21 mil.

Em 18 de dezembro de 2017, foram dez depósitos de R$ 3 mil, o que soma R$ 30 mil.

Já em 25 de outubro de 2018 foram 11 depósitos também de R$ 3 mil, chegando a R$ 33 mil em um único dia.

Na época, qualquer depósito acima de R$ 10 mil tinha que ser notificado às autoridades de controle financeiro que investigam a lavagem de dinheiro. Ao fazer depósitos fracionados – para ficar abaixo desse valor – a loja escapava dessa fiscalização.

Na documentação obtida pelo JN agora, entre 2015 e 2018, dos 1,5 mil depósitos em dinheiro recebidos pela loja de chocolates de Flávio, só 1 atingiu o valor em que começa a exigência de a operação ser comunicada às autoridades. Todos os outros ficaram abaixo disso.null

O Ministério Público do Rio afirma que havia realização de aportes de recursos em espécie na conta bancária da empresa de forma desproporcional ao seu faturamento.

O MP diz também que existe coincidência dos depósitos em dinheiro no mesmo período em que o ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz, arrecadava parte dos salários dos assessores da Alerj, no esquema da “rachadinha”.

Os promotores afirmam também que a franquia da Kopenhagen foi usada como conta de passagem por que os créditos espúrios retornavam para Flávio Bolsonaro como lucros fictícios com a finalidade de lavar dinheiro de crimes antecedentes.

O senador Flávio Bolsonaro comprou a loja no início de 2015. Nos dois primeiros meses como dono, ele fez uma retirada de lucro: R$ 180 mil.

O MP diz que no mesmo período, o sócio de Flávio não fez nenhuma retirada.

Depósitos no banco da Alerj na conta pessoal de Flávio

O Jornal Nacional já mostrou que a conta pessoal de Flávio Bolsonaro recebeu 48 depósitos em dinheiro vivo entre junho e julho de 2017, quando ele era deputado estadual.

Os depósitos tinham sempre o mesmo valor, de R$ 2 mil. Foram todos feitos no autoatendimento da agência bancária da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).https://d85e47d979b8c9db8f8b6bb8bdd37793.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?n=0

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf ), atual Unidade de Inteligência Financeira (UIF), afirmou que o fato de terem sido feitos de forma fracionada desperta a suspeita de ocultação da origem do dinheiro.

Na época, o senador disse que fez depósitos fracionados no caixa eletrônico porque não queria enfrentar fila e esperar o caixa conferir o dinheiro na frente de várias pessoas.

O que diz Flávio Bolsonaro

A defesa de Flávio Bolsonaro nega qualquer irregularidade nas contas do senador e esclarece que todas as informações sobre o caso já foram prestadas ao Ministério Público e não pode comentar detalhes de investigação sob segredo de Justiça. A defesa diz que já representou ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e foi instaurado procedimento para apurar os constantes vazamentos de informações.

A defesa de Fabrício Queiroz disse que ele nunca trabalhou na loja de chocolates e que desconhece os fatos relativos à sua administração.

ANÚNCIO

magazinelojadetuliogrego

TULISTIK uma loja parceira do Magalu

Smartphone Motorola G8 Play 32GB Preto Ônix 4G - 2GB RAM Tela 6,2” Câm. Tripla + Câm. Selfie 8MP

Smartphone Motorola G8 Play 32GB Preto Ônix 4G – 2GB RAM Tela 6,2” Câm. Tripla + Câm. Selfie 8MP

R$ 1.115,07 à vistaou R$1199.00 em até 10x de R$ 119,90 sem juros

Bolsonaro diz que Auxílio Emergencial ‘vai ser até dezembro, só não sei o valor’

Declaração foi feita durante manifestação de uma apoiadora no evento no Rio Grande do Norte. Presidente disse ainda que benefício custa R$ 50 bi por mês e ‘não pode ser eterno’.

Por G1 RN

21/08/2020 13h50  Atualizado há uma hora


Bolsonaro diz que auxílio emergencial ‘vai até dezembro, só não sei o valor’.

Bolsonaro diz que auxílio emergencial ‘vai até dezembro, só não sei o valor’.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta sexta-feira (21) que o Auxílio Emergencial será prorrogado até dezembro. Ele não disse qual será o valor. O benefício paga, desde abril, R$ 600 mensais aos trabalhadores informais e desempregados em razão da pandemia do coronavírus. A última parcela, para os trabalhadores que fazem parte do programa Bolsa Família, termina de ser paga no final deste mês.

“O Auxílio Emergencial foi bem-vindo, mas ele custa R$ 50 bi de reais, e infelizmente não pode ser definitivo, mas vamos continuar com ele, mesmo com valores diferentes, até que a economia possa pegar em nosso país”, disse durante o discurso.

A declaração foi provocada por uma apoiadora durante evento no Rio Grande do Norte. Ela sugeriu a prorrogação do benefício e ele respondeu: “Até dezembro, só não sei o valor”.

Bolsonaro disse ainda que, por causa do benefício custar R$ 50 bilhões por mês, “não pode ser eterno”.

Presidente Jair Bolsonaro cumpre agenda em Ipanguaçu (RN) — Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Nortenull

Auxílio Emergencial

Lançado em abril deste ano, o Auxílio Emergencial previa o pagamento de três parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais e desempregados em função da pandemia do novo coronavírus. O benefício foi prorrogado para cinco parcelas em julho, e tem contribuído para um aumento real da massa de rendimentos dos brasileiros.

O governo vem sinalizando que o programa deve ganhar vida extra, mas não anunciou como será essa nova prorrogação: nem o valor, nem o número de novas parcelas.

A expectativa por novos pagamentos surge enquanto a equipe econômica do governo ainda discute um modelo de ampliação para o Programa Bolsa Família, o chamado Renda Brasil. Como o impasse persiste sobre a nova assistência social, o governo tenta esticar o auxílio para que não haja uma janela de abandono aos mais de 60 milhões de recebedores do benefício de emergência.

Visita ao RN

Essa foi a terceira viagem do presidente a estados do Nordeste em menos de 1 mês. Ele esteve no dia 30 de julho na Bahia e, no último dia 17, em Sergipe.

A agenda de Bolsonaro começou por volta das 11h em Mossoró, com a entrega de 300 casas populares. Depois, em Ipanguaçu, foram anunciadas obras de dessalinização e ampliação de acesso à internet. Também foram entregues títulos de domínio de assentamento a produtores rurais.null

Durante viagem, Bolsonaro permaneceu sem máscara e provocou aglomerações. O uso da proteção é obrigatório no Rio Grande do Norte desde maio no estado.

Elogio a parlamentares por manutenção de veto

Durante o evento, Jair Bolsonaro agradeceu aos deputados que votaram pela manutenção do veto à concessão, até 2021, de reajuste salarias a servidores públicos que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

“Ali (Câmara Federal) tinham várias correntes mas entre as várias, a maioria passou a marchar do nosso lado. Como os parlamentares que temos aqui que foram muito valorosos na manutenção do veto no dia de ontem, que podia complicar o Brasil na questão econômica. Meus agradecimentos a todos os parlamentares do Rio Grande do Norte por este voto corajoso no dia de ontem”.


magazine
lojadetuliogrego

TULISTIK uma loja parceira do Magalu

PERFUMARIA tulistik-6-eukfiz
Tulistik"6"eukfiz
Móveis para sua casa!
Móveis para sua casa!
As melhores Tvs
Smartphones e Tablets
  1. PERFUMARIA tulistik-6-eukfiz
  2. Tulistik”6″eukfiz
  3. Móveis para sua casa!
  4. Móveis para sua casa!
  5. As melhores Tvs
  6. Smartphones e Tablets
Banner

Fale com o
Divulgador

Publicado por Blog do mixirica e Zoraid.comenta

EU SOU LUIZ WENCESLAU E FAÇO NOTÍCIAS COM VENDAS ONLINE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s