BOLSONARO DIZ QUE QUEM SOBREVIVEU À PANDEMIA É UM VERDADEIRO FRACO!

Pois sobrevivemos porque ficamos em casa co

Em Mato Grosso, Bolsonaro diz que ficar em casa durante a pandemia de Covid-19 ‘é para os fracos’

Em discurso para produtores rurais em Sorriso, presidente voltou a criticar o isolamento social, apontado por cientistas como uma das formas para conter o avanço do coronavírus. Brasil tem mais de 135 mil mortes pela doença e é um dos países com maior número de infectados (4,4 milhões de pessoas).

Por G1 MT

18/09/2020 15h21  Atualizado há 2 horas


https://s.videos.globo.com/p3/amp/index.html?videosIDs=8868395&adUnit=tvg_G1%2FSua_Regiao%3ECentro_Oeste%3EMato_Grosso&adCustomData=tvg_pgStr%3Dg1%2Fmt%2Fmato+grosso%26ext-bsafety%3Dconteudo+seguro&adCmsId=11413&adAccountId=95377733&ga_productUA=UA-296593-3&ga_extras=%7B%22dimension1%22%3A%22amp%22%7D&domain=g1.globo.com&ambient=amp&origin_url=https%3A%2F%2Fg1.globo.com%2Fmt%2Fmato-grosso%2Fnoticia%2F2020%2F09%2F18%2Fem-mato-grosso-bolsonaro-diz-que-ficar-em-casa-durante-a-pandemia-de-covid-19-e-para-os-fracos.ghtml#amp=1

Bolsonaro fala sobre a pandemia e economia, em Mato Grossohttps://73012c7eeedd865de95151a44b881443.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?n=0

Em discurso para produtores rurais em Sorriso (MT) nesta sexta-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que ficar em casa durante a pandemia de Covid-19 é “para os fracos” (assista no vídeo acima).

Ele voltou a criticar o isolamento social apontado por cientistas e médicos como uma das formas mais eficientes de conter o avanço do coronavírus. O Brasil tem mais de 135 mil mortes pela doença e é um dos países com maior número de infectados (4,4 milhões de pessoas).

“Vocês não pararam durante a pandemia. Vocês não entraram naquela conversinha mole de ‘fique em casa, que a economia a gente vê depois’. Isso é para os fracos. O vírus, eu sempre disse, era uma realidade, e tínhamos que enfrentá-lo. Nada de se acovardar perante aquilo que nós não podemos fugir dele”, afirmou Bolsonaro.

“Essa região, esse estado, agiu dessa maneira. O agronegócio, em grande parte, evitou que o Brasil entrasse no colapso econômico. E mais do que isso, nos deu a segurança alimentar.”

Jair Bolsonaro durante discurso em Sorriso — Foto: TV Brasil

Jair Bolsonaro durante discurso em Sorriso — Foto: TV Brasilhttps://73012c7eeedd865de95151a44b881443.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?n=0

Visita a Mato Grosso

Em sua passagem pelo Mato Grosso nesta sexta, Bolsonaro entregou títulos rurais e participou do lançamento da safra de soja.

No discurso a representantes do agronegócio no estado, ele falou que há “alguns focos de incêndio pelo Brasil” e que isso acontece ao longo dos anos. O Pantanal enfrenta uma onda recorde de incêndios, e a fumaça das queimadas já chegou a outras regiões do país.

“Temos sofrido uma crítica muito grande. Porque, obviamente, quanto mais nos atacarem, mais interessa aos nossos concorrentes, para o que temos de melhor, que é o nosso agronegócio”, disse.

Em referência às críticas de outros países sobre as queimadas no Brasil, Bolsonaro rebateu: “Países outros que nos criticam não têm problema de queimada, porque já queimaram tudo nos seus países”.

https://audioglobo.globo.com/widget/widget.html?audio=312545&podcast=702&color=C4170C#amp=1https://73012c7eeedd865de95151a44b881443.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?n=0

Avião arremeteu por causa de fumaças

https://s.videos.globo.com/p3/amp/index.html?videosIDs=8867407&adUnit=tvg_G1%2FSua_Regiao%3ECentro_Oeste%3EMato_Grosso&adCustomData=tvg_pgStr%3Dg1%2Fmt%2Fmato+grosso%26ext-bsafety%3Dconteudo+seguro&adCmsId=11413&adAccountId=95377733&ga_productUA=UA-296593-3&ga_extras=%7B%22dimension1%22%3A%22amp%22%7D&domain=g1.globo.com&ambient=amp&origin_url=https%3A%2F%2Fg1.globo.com%2Fmt%2Fmato-grosso%2Fnoticia%2F2020%2F09%2F18%2Fem-mato-grosso-bolsonaro-diz-que-ficar-em-casa-durante-a-pandemia-de-covid-19-e-para-os-fracos.ghtml#amp=1

Voo de Bolsonaro a MT arremeteu porque `visibilidade não estava muito boa`

Antes de ir a Sorriso, Bolsonaro passou por Sinop (MT). Ele disse que o avião em que estava teve de arremeter ao chegar à cidade, pois a visibilidade “não estava muito boa”.

“Hoje quando o avião foi aterrissar, ele arremeteu. Foi a 2ª vez na minha vida que acontece isso, uma vez foi no Rio de Janeiro, e, obviamente, algo anormal está acontecendo, no caso é que a visibilidade não estava muito boa”, afirmou.

Segundo a administradora do aeroporto de Sinop, havia fumaça no momento do pouso, e o piloto não tinha 100% de visibilidade da pista.https://73012c7eeedd865de95151a44b881443.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?n=0

A manobra de arremeter ocorre quando o piloto decide subir novamente com o avião quando a aeronave já está em operação de pouso, em direção ao solo.

A aterrissagem da comitiva, que levava ainda os ministros da Defesa, Augusto Heleno, da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, ocorreu normalmente na segunda tentativa.

Depois do pronunciamento em Sinop, Bolsonaro seguiu de carro para Sorriso. De acordo com o cerimonial da Prefeitura de Sorriso, ele seguiria de helicóptero para a cidade. A assessoria do presidente, no entanto, não disse o motivo que levou à mudança e negou que tenha sido por causa da fumaça. A distância entre as duas cidades é de 84 km. A viagem durou cerca de 1 hora.

Imagem de satélite do Inpe, do dia 1º de agosto, mostra o estado de Mato Grosso quase sem fumaça. — Foto: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Imagem de satélite do Inpe, do dia 1º de agosto, mostra o estado de Mato Grosso quase sem fumaça. — Foto: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)https://73012c7eeedd865de95151a44b881443.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?n=0

Imagem de satélite do Inpe desta sexta-feira (18) mostra nuvem de fumaça sobre a área de Mato Grosso, incluindo de Cuiabá, a capital, e de Sinop, onde o avião do presidente Jair Bolsonaro só conseguiu pousar na segunda tentativa. Pontos coloridos mostram focos de incêndio na quinta-feira e na sexta detectados por dois dos dez satélites do Inpe. — Foto: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Imagem de satélite do Inpe desta sexta-feira (18) mostra nuvem de fumaça sobre a área de Mato Grosso, incluindo de Cuiabá, a capital, e de Sinop, onde o avião do presidente Jair Bolsonaro só conseguiu pousar na segunda tentativa. Pontos coloridos mostram focos de incêndio na quinta-feira e na sexta detectados por dois dos dez satélites do Inpe. — Foto: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Imagem de satélite do Inpe desta sexta-feira (18) mostra nuvem de fumaça sobre a área de Mato Grosso, incluindo de Cuiabá, a capital, e de Sinop, onde o avião do presidente Jair Bolsonaro só conseguiu pousar na segunda tentativa. Pontos coloridos mostram focos de incêndio na quinta-feira e na sexta detectados por dois dos dez satélites do Inpe. — Foto: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Imagem de satélite do Inpe desta sexta-feira (18) mostra nuvem de fumaça sobre a área de Mato Grosso, incluindo de Cuiabá, a capital, e de Sinop, onde o avião do presidente Jair Bolsonaro só conseguiu pousar na segunda tentativa. Pontos coloridos mostram focos de incêndio na quinta-feira e na sexta detectados por dois dos dez satélites do Inpe. — Foto: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Publicado por Blog do mixirica e Zoraid.comenta

EU SOU LUIZ WENCESLAU E FAÇO NOTÍCIAS COM VENDAS ONLINE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s